ACESSAR MEU PERFIL
CLIQUE AQUI PARA SE CADASTRAR ENTRAR COM FACEBOOK

Solicitar uma nova senha

O método de organização da casa de Marie Kondo, uma simpática japonesa que escreveu best-sellers globais sobre o tema, virou uma febre desde que os ensinamentos foram parar na Netflix. Uma série em que Marie visita famílias cheias de bagunça estreou em janeiro, e se tornou um fenômeno. O ponto central da sua técnica é simples: o que não serve mais ou já não traz felicidade pode ser tranquilamente tirado de cena.

Mas “tirar de cena” nem sempre significa jogar no lixo. Se certos objetos já não servem para você, eles ainda podem ter muito valor para outras pessoas. Então que tal aproveitar a onda Marie Kondo para redescobrir os tesouros escondidos no seu armário – e até ganhar um dinheirinho com eles?

Seu guarda-roupas certamente esconde algumas calças que deixaram de caber, blusas que saíram de moda, lençóis que já não combinam com a decoração do quarto. Mas também devem estar lá camisas que você já havia esquecido que existiam, ou objetos que se forem consertados continuam servindo perfeitamente bem. Certamente há o que voltar a usar, o que doar e o que vender.

Tire o dia para ser Marie Kondo e confira aqui dicas de como ganhar dinheiro com esse processo:

Desapegue

Mas desapegue mesmo. Não deixe nenhum cantinho esquecido. Tire tudo de dentro dos armários e avalie criteriosamente o que merece ou não continuar em casa. Na hora de separar as roupas, Marie costuma sugerir que se comece fazendo uma enorme pilha com todas as peças da casa. Isso dá uma noção mais clara do que você realmente tem – e costuma ser um exercício assustador. Olhe peça por peça e separe as que gostaria de passar adiante.

Avalie

Aproveite para avaliar não apenas do que você pode se desfazer, mas também o que seus armários dizem sobre seu estilo de vida. Não seria o caso de refletir mais seriamente sobre o que você realmente precisa comprar? Sobre o que é necessidade e o que é desejo? Sobre ser e ter? A arrumação pode proporcionar essa oportunidade para você.

Reutilize

Dê visibilidade para os itens que, embora estivessem esquecidos, ainda sejam importantes ou úteis para você. Isso porque eles provavelmente foram esquecidos exatamente por estarem escondidos no fundo do armário. Lave e conserte as peças, se for preciso, e guarde-as nas prateleiras mais acessíveis, na linha do seu olhar. E não esqueça mais de usá-las.

Separe

Sobre os itens que você pode passar adiante, faça uma segunda divisão. O que estiver em melhor estado ou puder interessar a outras pessoas pode ser separado para venda (logo explicaremos como fazer isso). Objetos e roupas já mais usado, mas ainda em bom estado, podem ser destinados para doação. Procure instituições filantrópicas de confiança para dar um destino para isso. Se você não conhecer nenhuma, há opções para fazer doações desse tipo online. Existem grupos de desapego em redes sociais e também grupos que reúnem instituições filantrópicas em aplicativos de troca de mensagem.

Venda

Com as peças nas mãos, comece a estudar maneiras de vendê-las para fazer dinheiro. Se tiver uma quantidade grande e um bom grupo de amigos, uma opção é organizar um encontro – um café ou um happy hour em casa, por exemplo – para apresentar o que você tem para vender.. ,Outra alternativa é vender as peças pela internet. Há sites especializados em na venda de objetos de segunda mão, como Enjoei ou Mercado Livre. Existem também grupos voltados para esse tipo de atividade nas redes sociais. Para conseguir mais resultados, capriche nas fotos das peças. E leia atentamente os termos de uso dos sites, para entender os detalhes dos negócios – em especial, as formas de pagamento.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários, não expressando, assim, a opinião do Como Investir. Para mais informações, consulte os Termos e Condições de Uso.