ACESSAR MEU PERFIL
CLIQUE AQUI PARA SE CADASTRAR ENTRAR COM FACEBOOK

Solicitar uma nova senha

Você quer começar a investir, mas não sabe nem por onde começar. Quem poderia ajudá-lo nesta tarefa? Existem vários tipos de profissionais diferentes no mercado financeiro, e cada um deles exerce uma função bem específica.

A Liga da Justiça dos Investimentos exerce funções que exigem formação, certificações e registros diferentes. Conheça alguns dos profissionais mais comuns do mercado. Você certamente vai se deparar com algum deles quando estiver investindo:

Gerente de banco

Costuma ser a primeira fonte de informação sobre investimentos: 41% dos brasileiros buscam informações sobre aplicações financeiras com os gerentes de banco, presencialmente, nas agências. O gerente é um funcionário da instituição financeira e é quem apresenta e oferece os produtos de investimentos disponíveis para os clientes. A ANBIMA (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais) provê certificações – CPA-10 e CPA-20 – voltadas aos profissionais que oferecem produtos de investimento diretamente para o público, tanto em agências bancárias quanto em plataformas de atendimento. Isso significa que o profissional que está te atendendo precisou comprovar seus conhecimentos em uma prova antes de exercer a função de gerente. O objetivo é assegurar que os melhores gerentes estejam na linha de frente dos bancos.

Planejador financeiro pessoal

O planejador financeiro pessoal é o profissional que desenvolve, apresenta e executa estratégias de planejamento financeiro a partir dos objetivos, expectativas e necessidades de seus clientes – algo bem customizado e pessoal para cada um. Pode atuar como autônomo ou ser funcionário de grupos financeiros, seguradoras, entidades de previdência complementar, entre outras. Seu objetivo é ajudar as pessoas a fazer um orçamento doméstico, assegurar o futuro dos filhos e garantir recursos para a aposentadoria, por exemplo. Existe uma certificação para planejadores financeiros pessoais, que permite a eles usarem a inscrição CFP (Certified Financial Planner). Para obtê-la, o profissional é submetido a testes em que precisa comprovar conhecimentos técnicos, formação, experiência profissional e postura ética. Trata-se de uma espécie de selo de qualidade concedida, no Brasil, pela Planejar (Associação Brasileira de Planejadores Financeiros).

Agente autônomo de investimentos

Cabe a esse profissional a função de intermediar a comercialização de produtos financeiros entre as instituições do mercado (como as corretoras) e os investidores e o mercado. Às vezes chamado de “corretor”, o agente autônomo é uma das principais ligações entre o público investidor e o mercado financeiro, atuando no atendimento e no suporte de todas as operações que os clientes realizam – seja na bolsa de valores, seja na negociação de títulos públicos, entre outros. Esse profissional precisa estar registrado junto à CVM (Comissão de Valores Mobiliários), órgão do governo que regula o mercado. A ele cabem funções como prospectar clientes e novas contas, dar informações sobre produtos e serviços oferecidos pela corretora, receber, registrar e transmitir ordens e operações no mercado, prestar suporte educacional e operacional para os clientes. Para se tornar um agente autônomo, é preciso passar por testes aplicados pela Ancord (Associação Nacional de Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários, Câmbio e Mercadorias).

Gestor

Os gestores são profissionais que podem realizar a aplicação de recursos financeiros em nome dos investidores, seja por meio de fundos ou de carteiras administradas. É esse profissional que escolhe os investimentos que vão compor o fundo, sejam títulos públicos ou privados, ações etc.  Seguindo a política de investimentos da carteira do fundo (que você conheceu no momento da aplicação), ele pode decide o que comprar e realiza a aplicação. Gestores de recursos devem ser cadastrados junto à CVM. Também existe um exame de certificação específico – a CGA (Certificação de Gestores ANBIMA) – aplicada pela ANBIMA.


Pelos poderes das finanças, nós somos a Liga da Justiça dos Investimentos!

LEIA MAIS

Siglas que influenciam os seus investimentos

Motivos para confiar no seu gerente

Seja o primeiro a comentar

Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários, não expressando, assim, a opinião do Como Investir. Para mais informações, consulte os Termos e Condições de Uso.