ACESSAR MEU PERFIL
CLIQUE AQUI PARA SE CADASTRAR ENTRAR COM FACEBOOK

Solicitar uma nova senha

Na contramão do que muitos possam pensar, é sim possível mesclar aprendizado com diversão. Com isso em mente, preparamos um post especial sobre o tema, em que listamos os grandes jogos de tabuleiro, demonstrando as principais lições ensinadas durante uma partida.

Por conta disso, esse é um texto de utilidade pública, servindo não apenas para você, mas para pais, filhos e pessoas de todas as idades que estejam em busca de um passatempo. Então, sem mais demoras, nos acompanhe nesta leitura!

As principais lições financeiras aprendidas com os jogos de tabuleiro

A educação financeira é uma das disciplinas mais importantes na vida de um consumidor, justamente por ensinar noções fundamentais na relação com o dinheiro. No entanto, muitas pessoas passam a vida inteira sem nem ao menos serem apresentadas ao tema, ficando sujeitas a aprender com os próprios erros.

Por outro lado, os jogos de tabuleiro são elementos presentes na infância e na adolescência de grande parte das pessoas, estimulando horas de risadas, desentendimentos e, até mesmo, aprendizados. Entretanto, apesar das lições estarem embutidas nos jogos, poucos percebem esses ensinamentos valiosos para o dia a dia.

Então, examinamos os jogos mais clássicos do mercado. Veja só!

Disciplina e estratégia — War

Como o próprio nome sugere, o War é um popular jogo de guerra, em que os jogadores tomam as rédeas de nações em uma jogatina de dominação, previsibilidade e estratégia. Basicamente, o jogo oferece um objetivo (aleatoriamente selecionado) para cada jogador.

Esses objetivos são do conhecimento apenas do jogador que o pegou. Com 14 objetivos possíveis, o jogo oferece um arco de estratégia bastante amplo, cabendo a cada jogador saber se adaptar, planejar e agir em função de seu plano final, tentando alcançá-lo antes que os demais.

Em nossa visão, o War propõe uma excelente experiência do que é perseguir metas na vida real, sobretudo quando falamos de disciplina financeira. Afinal, é preciso muito foco e autocontrole para evitar que as suas decisões atrapalhem a conquista final, tanto no jogo como na vida.

Antecipação e negociação — Banco Imobiliário

Um absoluto clássico dos tabuleiros, também conhecido por seu nome original, Monopoly. Tecnicamente, o Banco Imobiliário é um jogo de riscos, paciência, especulação e visão de longo prazo — uma fórmula perfeita para discussões acaloradas sobre a ética de cada jogada.

Em essência, o jogo faz você percorrer as margens de um tabuleiro quadrado, segmentado em pequenos retângulos. Sempre que você para em um campo vazio, tem a opção de comprar o terreno ou ignorá-lo. Sempre que você para na propriedade alheia, deve pagar uma taxa referente a sua estadia, o bom e velho aluguel.

Os jogadores enriquecem com a sofisticação de suas propriedades, cobrando aluguéis mais altos, assim como adquirindo concessões de serviços públicos, como eletricidade e as malhas ferroviárias. No entanto, o grande aprendizado do Monopoly está na importância de se ter uma reserva financeira.

Pois veja, se você reinveste freneticamente nas suas propriedades, sem deixar nenhum caixa reserva, perde a oportunidade de comprar espaços vazios ou, ainda, a sua capacidade de pagar o aluguel quando cair em propriedade alheia — o que é cada vez mais comum conforme o jogo prossegue.

Com a vida, a semelhança é absoluta. Você precisa ter um colchão financeiro, sobre o qual cair em momentos de desespero. Além disso, o jogo ainda dá um gostinho da especulação imobiliária e da persuasão necessária na negociação de condições entre você e os demais jogadores.

Criatividade e intuição — Imagem e Ação

Entre os demais, esse é o jogo que mais se afasta da abordagem estratégica. Aqui, o objetivo é encontrar soluções inteligentes para desenhar a mensagem que os demais devem descobrir. Pode soar fácil, mas ele definitivamente não é um jogo repetitivo, ele exige muita criatividade dos desenhistas em ação.

Financeiramente, essa habilidade de pensamento lógico, inventivo e rápido pode ser fundamental para evitar que você passe por dificuldades. Com a criatividade, é possível desenvolver saídas para boa parte dos problemas, como ao encontrar melhores condições para a quitação do seu cartão de crédito ou o desenvolvimento de uma segunda atividade, gerando renda extra e protegendo os seus investimentos.

Conhecimento e informação — Perfil

Já aqui, temos um jogo que testa a sua capacidade de dedução, em que você deve utilizar o que já sabe para indicar o que pode ser. Basicamente, uma partida de Perfil oferece uma série de dicas para os jogadores, que em seus momentos, deverão deduzir quem é a personalidade, o local, o ano, entre outros aspectos e curiosidades referentes às dicas.

Nesse sentido, esse é um jogo que testa seus conhecimentos gerais e, assim como no mercado financeiro, quem estiver mais bem informado se sai melhor. Quer um exemplo disso? Pois bem, digamos que você está prestes a investir nas ações de uma empresa siderúrgica.

No entanto, está fazendo isso por pura especulação, sem ter nenhuma experiência com o setor. Pouco tempo depois, a ação cai por conta de uma taxação dos EUA sobre o aço brasileiro, você se assusta e retira tudo, perdendo parte considerável do que tinha aplicado.

Nesse caso, conhecer os gatilhos desse setor, como as relações internacionais e as sanções econômicas, poderia colaborar para que você tivesse uma postura mais moderada quanto a esse ativo, oferecendo a possibilidade de uma análise mais ampla, técnica e bem fundamentada.

Mas esse é apenas um dos exemplos. Na realidade, a maior mensagem que o Perfil nos passa é sobre a importância de se manter informado, criando um hábito legal de leitura e atualização. Assim, você nunca fica por fora do que está acontecendo no mercado, sempre tendo uma boa noção do que fazer para continuar crescendo.

Timing e planejamento — Terraforming Mars

Por último e não menos importante, o jogo mais denso, estratégico e futurista de todos. Premiado pela crítica especializada, o Terraforming é um jogo em que você deve terraformar o planeta vermelho, fazendo com que este alcance condições habitáveis pela civilização terrestre.

Basicamente, o jogo faz você ocupar o lugar de uma grande corporação, cada qual com habilidades, recursos e abordagens diferentes. Então, as corporações disputam por quem exerce a maior influência na terraformação de Marte.

O jogo é interrompido quando os parâmetros de habitabilidade são alcançados: 14% de oxigênio na atmosfera, 8°C de temperatura e 9 tiles de oceanos, representando uma superfície oceânica compatível à manutenção desse clima.

Como o jogo é extremamente detalhado e repleto de possibilidades, além de uma competição constante com os demais jogadores, uma partida de Terraforming sempre frisa a importância de agir na hora certa, obedecendo ao seu planejamento com a maior precisão possível.

Isso também vale para a vida financeira, sobretudo quando falamos do mercado de ações. Digamos que você deseja aumentar seu patrimônio investindo em uma empresa em reestruturação. Para validar sua decisão, já a discutiu com profissionais da área, mas ainda assim, não entrou. Com o tempo, o preço da ação flutua, fazendo com que você perca o momento ideal para atingir a rentabilidade desejada.

Pois bem, você gostou desse post elencando as melhores lições dos jogos de tabuleiro? Então, não perca a oportunidade de espalhar esse conteúdo entre os seus colegas que são entusiastas no tema. Para tanto, basta compartilhar o post nas suas redes sociais!

Seja o primeiro a comentar

Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários, não expressando, assim, a opinião do Como Investir. Para mais informações, consulte os Termos e Condições de Uso.