ACESSAR MEU PERFIL
CLIQUE AQUI PARA SE CADASTRAR ENTRAR COM FACEBOOK

Solicitar uma nova senha

Obter segurança financeira, bons resultados e lucros para conquistar os sonhos: esse é o desejo de todos que decidem fazer algum investimento, independentemente de qual seja o seu perfil de investidor, certo?

Por isso, tanto quem busca uma aposentadoria confortável quanto quem deseja enriquecer começa no mesmo ponto de partida, ou seja, personalizando sua estratégia de investimento. O que vai diferenciá-los será a escolha do caminho até seu objetivo, com mais ou menos riscos de variações na forma como seu capital rende.

Ou seja, o perfil de investidor vai funcionar como um guia de como você deve traçar seu caminho — mostrando quais tipos de aplicações são compatíveis com seu estilo de investimento, seus objetivos e o prazo estabelecido para colocá-los em prática.

Sua definição gira em torno de quatro fundamentos: tolerância ao risco, situação financeira, conhecimento do mercado e objetivos. Quer entender como eles se aplicam a você? Confira neste post!

Entenda o que é um perfil de investidor

Se você decidir fazer alguns investimentos em uma instituição financeira regulamentada pelo governo, saiba que provavelmente receberá um convite para responder um questionário que ajudará na investigação sobre seu perfil de investidor.

Nele, perguntas sobre seus objetivos financeiros, o quanto você conhece sobre aplicações e como lidaria com o risco da variação do valor de suas aplicações ajudarão a identificar o seu, perfil de investidor.

Como ele serve como um guia para seus investimentos, imagine uma viagem que gostaria de fazer a partir de sua casa. No mapa, pense em seu ponto de partida e um destino.

Vai perceber que, para chegar até lá, existem vários caminhos, uns mais rápidos, outros mais longos. Com muitos caminhões, alta velocidade, lentidão e engarrafamento. É possível fazer essa viagem de carro, ônibus, trem e até mesmo de avião, não é mesmo? E não apenas com um só deles, mas variando.

Com seus investimentos, também funciona assim. Seu destino é o seu objetivo, e o resultado da análise do seu perfil de investidor vai ajudar a identificar qual a estrada e meio de transporte são os mais adequados para alcançar chegar aonde você deseja.

Saiba qual é a sua importância para o investidor

Assim como algumas estradas podem ser mais tranquilas, existem aplicações que oferecem menores riscos de variação de seu valor, ou seja, o capital investido vai crescer ou diminuir de forma mais suave. Além disso, ficam disponíveis para o resgate imediato, que é uma característica também chamada de liquidez diária.

Nesse caso, estamos descrevendo uma opção conservadora. Ainda que tenha um crescimento mais lento, ela oferece mais segurança ao investidor — que não terá seu capital desvalorizado bruscamente em um curto prazo. E para quem tem planos de uso imediato, essa tranquilidade é a ideal!

Essa é a importância da investigação do perfil do investidor, ou seja, identificar e filtrar a partir das características das aplicações aquelas mais compatíveis com suas necessidades e objetivos.

Se o investidor deseja seguir uma estratégia de proteção do patrimônio, buscará aplicações com baixa variação, e que, principalmente, não afetarão o valor principal — aquele que foi inicialmente investido.

Mas se a ideia é aplicar uma parte do seu dinheiro que só será utilizada no futuro, investimentos arrojados serão a opção ideal para quem consegue lidar com variações da sua cotação, afinal de contas, é por essa característica que eles conseguem trazer bons retornos financeiros no longo prazo.

Conheça os 3 perfis e suas características

Então, considerando quais são seus objetivos, capacidade de investimento, conhecimento e propensão ao risco da variação de valores, podemos considerar três perfis do investidor: conservador, moderado e arrojado.

Conservador

O investidor considerado conservador é aquele que prefere não correr riscos na valorização do dinheiro que decidiu aplicar.

Ele pode ter planos definidos para o uso de seus recursos, como comprar sua casa própria, ou apenas escolher esse tipo de investimento por eles terem uma remuneração confortável, mas sem grandes riscos ou regras complexas de serem entendidas e acompanhadas. É como escolher uma estrada tranquila, mesmo que ela seja mais longa.

Moderado

O investidor moderado é aquele que aplica uma parte dos seus recursos em investimentos com menor liquidez entendendo que os retornos financeiros nessas modalidades vêm a médio e longo prazo e que, por isso, elas apresentam um grau de risco médio em suas variações.

Normalmente, como parte de sua estratégia, também aplica outro montante em investimentos conservadores, garantindo liquidez para um resgate rápido e uma boa diversificação, que é a variação dos indicadores que definem o quanto uma aplicação deve render. Uma viagem moderada é aquela que alterna os caminhos e transportes, ora mais rápidos, ora mais tranquilos.

Arrojado

Arrojado é aquele investidor que aceita com tranquilidade os riscos de variação em seus rendimentos ou até mesmo alterações em seu capital investido inicialmente. Isso porque ele acredita que a longo prazo todas as movimentações trarão resultados positivos ou, pelo menos, de reequilíbrio.

Ou seja, o investidor arrojado compreende que as variações fazem parte daquele tipo de investimento. Por isso, ele segue uma estratégia para trazer segurança a sua situação financeira, como também diversificar suas aplicações equilibrando com as moderadas e as conservadoras.

O investidor arrojado também não precisará do dinheiro aplicado imediatamente e pode aguardar o melhor momento para resgatá-lo de acordo com os ganhos.

É uma viagem em alta velocidade, mas que, em alguns trechos, pode ter obstáculos que o fazem retornar em um ponto anterior para, então, recomeçar. No entanto, ele tem tempo para uma viagem nesses moldes, assim como sabe que deve procurar um especialista para ter orientações precisas quanto a estratégia a ser adotada.

Saiba porque seu perfil pode mudar

Você deve ter percebido que algumas variáveis que ajudam a construir o perfil do investidor podem ser facilmente modificadas. Buscar conhecimento, como você está fazendo agora, é uma delas, assim como sua evolução financeira, disponibilidade para aumentar os investimentos e mudanças de objetivos e prioridades.

Além disso, suas condições de investimento em relação ao seu orçamento financeiro também mudam bastante. Fazer um intercâmbio, casar, ter filhos e outras mudanças na vida alteram a disponibilidade de recursos, e, claro, suas prioridades.

Por isso, é fundamental refazer sua análise de perfil do investidor regularmente, assim como entender que ele não é uma barreira para que você escolha outras aplicações. Lembre-se que mudanças na vida podem alterar as prioridades e objetivos pessoais.

Descubra agora o seu perfil de investidor

Agora que você entendeu a importância do perfil de investidor nas suas movimentações financeiras, é hora de refletir e descobrir em qual deles você se encaixa.

Sempre antes de fazer seus investimentos, o banco ou a corretora vai pedir para você responder um questionário de Suitability. Assim, você e a instituição conhecerão o seu perfil, o que ajudará bastante na hora de escolher as aplicações mais adequadas para seus objetivos — podemos ver essa etapa como um guia ou um GPS, que te mostra a melhor estrada para iniciar sua viagem.

Aliás, as consultorias de investimentos, que são serviços oferecidos por alguns bancos e corretoras, também poderão ser personalizadas a partir do resultado do seu perfil de investidor.

Identificar o perfil de investidor, escolher uma instituição financeira confiável e fazer suas aplicações regularmente são alguns cuidados importantes para você conquistar seus objetivos e sonhos. Mas além disso, é preciso também aumentar seus conhecimentos e acompanhar as novidades do mercado financeiro, não é mesmo?

Uma boa fonte de conhecimento é o blog Como investir. Você ainda pode assinar a newsletter para receber uma seleção especial de conteúdos diretamente na sua caixa de e-mail. Gostou? Então, faça isso agora mesmo!

Seja o primeiro a comentar

Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários, não expressando, assim, a opinião do Como Investir. Para mais informações, consulte os Termos e Condições de Uso.