ACESSAR MEU PERFIL
CLIQUE AQUI PARA SE CADASTRAR ENTRAR COM FACEBOOK

Solicitar uma nova senha

Assumir o controle das finanças é um passo essencial para realizar objetivos de vida e alcançar a tão sonhada segurança. Mas para que isso se torne realidade, ter disciplina financeira é uma atitude inegociável. Na prática, isso quer dizer: aprender a organizar as finanças, ter controle de suas contas e garantir que sobre dinheiro no final do mês para formar uma reserva financeira e investir.

Você está preparado para tudo isso? Continue a leitura e confira nossas dicas valiosas!

10 dicas para alcançar a disciplina financeira

Para começar agora mesmo a dar os primeiros passos em direção à disciplina financeira, é preciso conhecer as suas receitas e despesas, categorizar seus gastos e cortar ou reduzir aqueles que não são necessários. Então, aprenda conosco a ter mais disciplina financeira e organizar as suas finanças sem complicação!

1. Conheça suas despesas

O primeiro passo para quem precisa adquirir mais disciplina financeira é conhecer quais são suas receitas e despesas. Por isso, analise sua conta-corrente e cartão de crédito para identificar todas as entradas e saídas que tem mensalmente. E não fique preocupado somente a valores, mas foque também na categorização dos gastos.

Quem é disciplinado financeiramente nunca gasta mais do que ganha. Então, se você identificar que suas receitas são menores do que as despesas ou, até mesmo, muito próximas é hora de partir para a ação e virar esse jogo.

2. Defina gastos prioritários e gastos supérfluos

Depois de analisar as entradas e saídas da conta, é preciso trabalhar separando os seus gastos em grupos, para diferenciar os prioritários dos supérfluos. No primeiro, entram despesas que são essenciais na sua vida, como moradia, alimentação, transporte, educação etc. No segundo, gastos que não afetariam seu dia a dia de forma estrutural se forem reduzidos ou cortados — como a compra de roupas, a troca de carro ou a ida a um restaurante mais caro.

Mas lembre-se de que ter disciplina financeira não é abrir mão de todo e qualquer gasto que não é essencial e, sim, conhecê-los para saber onde você pode economizar, em caso de necessidade.

3. Corte despesas desnecessárias

Depois de definir seus gastos prioritários e supérfluos, é hora de analisar o orçamento para identificar onde é possível reduzir ou cortar despesas que não são tão necessárias. Você precisa mesmo manter a mensalidade da Netflix, mesmo se não anda assistindo nada? E comer fora de casa todos os fins de semana?

Caso você não deseje cortar a despesa, pode analisar se é possível, pelo menos, reduzi-la. Não são poucas as pessoas que pagam um plano caríssimo de celular para ter acesso a mais dados móveis, mas pouco usam esse recurso, pois a maioria dos lugares que frequentam oferecem Wi-Fi. Então, alcançar disciplina financeira é uma questão de hábito. Por isso, reveja a forma como você consome e busque fazer adequações para o bem da sua vida financeira.

4. Controle os gastos

Além de adequar o orçamento com o corte ou redução de despesas desnecessárias, é preciso manter o gastos sob controle. Nesse caso, defina metas para cada categoria de despesa. Ter um valor máximo que pode gastar em cada área ajuda a assumir o controle sobre o próprio dinheiro e garantir que está usando suas receitas com o que realmente importa para você.

5. Anote tudo o que gasta

Depois de definir metas de gasto para cada categoria do orçamento, é preciso anotar toda e qualquer despesa que fizer para garantir que está conseguindo se manter dentro do que estipulou.

É essencial anotar qualquer gasto mesmo, por menor que seja. Somadas, as pequenas despesas, como a sobremesa pós-almoço ou o café na padaria, podem ter grande impacto no seu orçamento mensal.

É importante ter em mente que você não precisa fazer isso durante a vida toda. Um mês é tempo suficiente para conhecer seus principais gastos e entender em que categorias seu dinheiro está sendo usado. Com o tempo, o controle de gastos será algo automático na sua vida.

6. Escolha um método de controle

Depois de entender melhor quais são os seus gastos você pode, se desejar, escolher um método de controle com o qual se identifique e que funcione na sua rotina. Entre as opções estão: usar um aplicativo de controle financeiro, apostar nas planilhas de Excel ou, até mesmo, administrar tudo no bom e velho caderninho.

Depois de adquirir o hábito de prestar atenção nos seus gastos você pode não sentir a necessidade de anotar as despesas e, sim, apenas refletir sobre o que está gastando. A escolha é sua.

7. Pesquise preços

Para ter mais disciplina financeira é preciso também adquirir um outro hábito importante: sempre pesquisar preços antes de comprar qualquer coisa. Um mesmo item pode custar até o dobro do valor dependendo de onde você comprar.

Por isso, sempre faça uma pesquisa rápida na internet e em lojas físicas antes de fechar negócio. Outra forma de gastar menos é usar recursos como cupons de desconto e pagar à vista para conseguir um abatimento no valor total da sua compra.

8. Tenha atenção ao cartão de crédito

É impossível falar de disciplina financeira sem citar o cartão de crédito. Afinal, quando mal utilizada, essa forma de pagamento se torna uma das grandes vilãs das finanças saudáveis.

Quem tem dificuldades para resistir às compras por impulso deve considerar deixar o cartão de crédito em casa ou, até mesmo, reduzir seu limite para não comprar mais do que deve.

9. Fuja dos parcelamentos

Os parcelamentos infinitos dificultam o controle financeiro e podem ser armadilhas que levam o consumidor a gastar muito mais do que pode. Então, sempre que possível, evite parcelar uma compra. O ideal é saber o valor do item ou serviço que gostaria de comprar e juntar dinheiro mês a mês até ter o necessário.

Caso não possa esperar e precise mesmo parcelar, garanta que o valor de cada parcela está contemplado no planejamento financeiro mensal e que você tem o dinheiro necessário para arcar com essa despesa.

10. Invista seu dinheiro

Com as finanças sob controle, é hora de seguir adiante e dar um passo importante para a segurança financeira: investir seu dinheiro. Para acertar, considere seu perfil de investidor e seus objetivos com os investimentos e pesquise bastante sobre como investir para escolher produtos financeiros adequados àquilo que você precisa.

Investir é uma forma de garantir uma reserva financeira e também de não deixar o dinheiro parado na conta-corrente, correndo o risco de ser usado para itens que não são tão importantes para você.

Adquirir disciplina financeira é um passo importante para mudar hábitos e evitar comportamentos nocivos para as finanças, como gastos supérfluos e impulsividades. Siga nossas dicas e alcance a estabilidade e a segurança financeira para o futuro, garantindo que você estará preparado para todo e qualquer imprevisto da vida.

E você, tem mais alguma dica para alcançar a disciplina financeira? Compartilhe com a gente nos comentários!

Seja o primeiro a comentar

Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários, não expressando, assim, a opinião do Como Investir. Para mais informações, consulte os Termos e Condições de Uso.